O 'Life Rupis – Conservação do britango e da águia-perdigueira no vale do rio Douro’ (LIFE14 NAT/PT/000855) é um projeto de conservação transfronteiriço, com a duração de 4 anos (2015 – 2019), cofinanciado através do programa LIFE da Comissão Europeia.

O projeto, que decorre em território português e espanhol, mais concretamente nas áreas protegidas do Douro Internacional e Vale do Rio Águeda e dos Arribes del Duero, pretende implementar ações que visam reforçar as populações de britango e águia-perdigueira nesta região, através da redução da sua mortalidade e do aumento do seu sucesso reprodutor. O abutre-preto e o milhafre-real são espécies que também irão beneficiar das ações do projeto.




EM DESTAQUE
Veneno na TV: trabalho do Life Rupis em horário nobre

O trabalho do projeto no combate ao uso ilegal de veneno foi foco da reportagem Linha da Frente, da RTP1, com vários elementos da equipa entrevistados neste programa que trouxe a problemática dos venenos ao horário nobre.

Veja a reportagem - e se souber de situações de uso ilegal de venenos, denuncie-as.



Ano letivo começa com novos desafios
2018-11-19
O desafio da recuperação foi vencido por 3 grifos, devolvidos à natureza numa sessão acompanhada por alunos, que por sua vez também têm agora um novo desafio de participação: “És um criador de jogos?”.
Veneno volta a matar no Douro Internacional
2018-11-15
Dois cadáveres de britango, ou abutre-do-egito, foram encontrados no ninho em pleno Parque Natural do Douro Internacional. As análises aos restos mortais destas aves indicam que foram vítimas de envenenamento.
Britangos sobreviveram ao deserto
2018-10-29
Dois dos nossos britangos, Douro e Rupis, já voltaram a dar sinal depois de atravessarem o deserto do Sahara.